NOSSAS SOLUÇÕES


Nosso portfólio é estruturado para potencializar a prevenção de doenças e promover a saúde. Jogamos junto com o seu RH ajudando a gerir a qualidade de vida no trabalho (QVT) ‘combinando’ 3 programas específicos, veja:

PROMOÇÃO DA SAÚDE FÍSICA, MENTAL E SOCIAL

O ponto de partida é conhecendo como as pessoas vivem, ou seja, o estilo de vida atual delas: níveis de atividade física, nutricionais, sono, estresse, DCNTs*, sintomas osteomusculares, assim como outros aspectos que impactam, como o deslocamento no dia a dia, fazendo o Diagnóstico de Perfil de Saúde e Estilo de Vida. Na sequência fazemos o reconhecimento dos ambientes de trabalho com foco nas exigências ergonômicas das atividades,o que possibilita programarmos intervenções direcionadas para a compensação das exigências do trabalho dentro de nossas práticas. A partir daí, planejamos as intervenções e as mudanças necessárias para que conquistem mais qualidade de vida, com foco total nas principais necessidades de cada empresa!

PREVENÇÃO OSTEOMUSCULAR

Com este programa, buscamos a meta de ZERO afastamento por lesão, desconforto ou dor osteomuscular. Os resultados na aplicação dos nossos métodos são pessoas se sentindo melhor, sem dor ou, no mínimo, aprendendo a administrá-la. Nossos Fisioterapeutas são capacitados a ir além do tratamento de sintomas, valorizando a busca pelas possíveis causas de desequilíbrios e dores, utilizando uma abordagem mais global com condutas compostas, predominantemente, por terapias manuais e posturais.

ERGONOMIA

Aqui, olhamos para a organização, seus ambientes, processos e normas, e verificamos como as pessoas estão interagindo com esse sistema. Assim, diagnosticamos as situações de risco à ergonomia, planejamos as adequações e acompanhamos a execução com suporte especializado.
Com foco na Gestão da Ergonomia nosso programa é iniciado através da Ergonomia Participativa, onde levantamos informações com os trabalhadores sobre a visão que têm sobre seu trabalho. Utilizamos dados de afastamento, absenteísmo, queixas, entre outros fatores, para determinar quais as prioridades de intervenção e utilizamos da Análise Ergonômica como a ferramenta diagnóstica para determinar os riscos, utilizando como base metodologias reconhecidas internacionalmente (NIOSH e ISO).