Como a medicina do trabalho está transformando o ambiente corporativo?

Saúde corporativa é um tema bastante estratégico para qualquer organização; Entender como um bom planejamento e estratégia de promoção a saúde podem transformar a cultura de sua empresa será fundamental para o seu desenvolvimento no presente e mais ainda no futuro.

Veja alguns assuntos que preparamos para você!

  • O que mudou com a revolução industrial? 
  • Como surgiu a organização internacional do trabalho? 
  • Saúde e segurança ocupacional. 
  • Investindo em prevenção e promoção. 
  • Benefício para todos. 

 

O que mudou com a Revolução Industrial? 

Um marco para o mundo, a revolução industrial carregava também uma série de condições insalubres e inóspitas para os trabalhadores. Excesso de umidade, exposições por longos períodos ao calor e má ventilação nos prédios, afetava a saúde de muitos trabalhadores, que, também eram expostos à riscos ao operarem os maquinários.  

Como surgiu a Organização Internacional do Trabalho? 

Criada em 1919, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) foi pensada para formular e aplicar normas internacionais do trabalho (convenções e recomendações) como as que conhecemos hoje. 

No Brasil, o avanço mais significativo na indústria ocorreu na década de 1930, mas, somente nos anos 70 começamos a registrar os números de óbitos e acidentados no ambiente de trabalho. A essa hora esses números já era bastante expressivo, foi então que a luta por mais saúde e segurança ganha destaque.

Saúde e Segurança Ocupacional. 

Em 1943 foi consolidado as Leis do Trabalho (CLT), mas, foi somente em 1978, o Ministério do Trabalho e emprego divulgou a Portaria 3.214/78 que aprova as Normas Regulamentadoras que ficou conhecida como a “espinha dorsal” da legislação de segurança e saúde brasileira, e vigora até hoje, fazendo com que a proteção à saúde e segurança do trabalhador sejam direitos fundamentais previstos na Constituição do nosso país.  

Mas devemos lembrar que a SSO surgiu para enfatizar a todos sobre a importância de cuidar da saúde e da segurança no ambiente de trabalho, e não somente seguir a legislação de modo a de evitar multas e punições.  

De acordo com uma estimativa feita pela OIT, anualmente ocorrem 374 milhões de lesões e doenças ocasionadas no ambiente de trabalho, e 2,78 milhões de mortes por esse mesmo motivo. Com isso, se faz necessário a implantação de programas de Segurança Ocupacional e Gestão de Saúde, sabendo que licenças e afastamento do trabalho causa um prejuízo enorme nas empresas.  

Investindo em prevenção e promoção

Quando falamos em prevenção de doenças ocupacionais e promoção à saúde e bem-estar, nos referimos às estratégias da empresa para o controle de riscos alinhadas ao perfil da população. 

A gestão osteomuscular pode ser fundamental para uma empresa, já o desenvolvimento do repertório de lideranças para lidar com demandas mentais, próprias e das equipes, pode ser para outra. 

O que é mais importante para preservar a saúde de seus colaboradores dentro da empresa? E como ajuda-los a manter um estilo de vida equilibrado fora da jornada de trabalho? 

Separamos aqui três pontos considerados essenciais por nós e por nossos clientes vistos como benchmarking na transformação de seus ambientes de trabalho e cultura de saúde: 

Fazer uma boa gestão de ergonomia a iniciar por um diagnóstico dos setores e tarefas com demandas significativas, sejam médicas ou de qualidade e produtividade, e uma dedicação no acompanhamento do plano de ações de melhoria (nessa etapa um comitê bem organizado pode fazer a diferença). 

Facilitar o acesso ao cuidado integral à saúde com programas focados nas principais necessidades da população, seja no combate ao sedentarismo e sobrepeso, com atuação interdisciplinar entre Educadores Físicos e Nutricionistas Ginástica Laboral, no controle do estresse e equilíbrio emocional ou no atendimento eficaz, presencial ou remoto, em caso de dores osteomusculares.  

Disseminar e incentivar tal cultura e práticas com a participação ativa das áreas de recursos humanos e marketing na comunicação e planejamento de ações que contribuam ao engajamento. 

Gostaria de conversar com um de nossos especialistas sobre prevenção e promoção a saúde de seus colaboradores? Clique aqui!

Benefícios para todos 
Entre todos os benefícios na implantação da Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional, podemos citar alguns, como: 

  • Maior confiança dos seus clientes e fornecedores com as demonstrações de conformidades e o alinhamento com as conformidades legislativas. 
  • Redução de doenças e acidentes laborais, que significa a diminuem custos com afastamentos ou indenizações de funcionários acidentados. 
  • Identificação de perigosfato que pode auxiliar na implementação de outros programas. 
  • Favorece a conquista de certificações como a ISO referente à segurança e à saúde ocupacional. 
  • Motivação e engajamento dos colaboradores, que trabalham com mais disposição e felicidade em saber que está seguro, consequentemente, o aumento da produtividade acontece. 

Ter um sistema de gerenciamento da saúde e segurança é benéfico para empresa. Tanto para o bem-estar dos colaboradores, como para o posicionamento da marca frente ao mercado e sociedade. Conceitos aceitos como boas práticas de governança, a exemplo ESG e outras práticas de Accountability ajudarão a empresa a atrair stakeholders e reter talentos em seu headcount. E sem falar no impacto cultural, que pode ser percebido ao pisar na empresa! Ou seja, a empresa é beneficiada em todos os sentidos.

Quer saber mais, clique aqui e conheça mais sobre o que fazemos e nossos resultados!

Scroll to top