Como preparar sua empresa para o futuro pós-pandemia

As mudanças no mercado de trabalho e nas companhias são continuas, porém a pandemia da Covid-19 acelerou essas mudanças e as empresas tiveram que se reinventar para seguir em frente em seu modelo de gestão.  Contudo, algumas questões essenciais sobre recursos humanos ainda pairam em nossas reflexões. 

Veja alguns assuntos que preparamos para você:

  • Novo modelo de trabalho 
  • Horários flexíveis 
  • Relação entre líderes e colaboradores 
  • Valorizando mais a vida. 
  • Repensando o futuro. 
  • Como se preparar para esse mundo de transformações? 

 

Novo modelo de trabalho 

Muitos colaboradores já reportavam em seus feedbacks com seus gestores o interesse em ter a opção de incluir o home office como modalidade oficial. Principalmente por conta da logística e transporte dos colaboradores em grandes capitais, que facilmente é identificado no impacto a produção e uma grande ameaça a criatividade dos colaboradores. 

Essa questão deixou de ser uma opção em boa parte das empresas e passou a ser a única saída para o funcionamento de suas atividades administrativas e comerciais durante a pandemia. Ou seja, o lado da moeda virou e todos fomos forçados a esse novo normal. 

Horários flexíveis 

Com a ascensão do home office, consequentemente a flexibilização no horário de trabalho também melhorou. 

Lei nº 13.467 trouxe várias adequações importantes às relações de trabalho, dentre elas o regime de teletrabalho, o famoso home office. Sendo assim, os funcionários que se enquadram nessa modalidade contam com a possibilidade de cumprir a carga horária toda ou parte dela em casa, evitando um gasto de tempo em deslocamentos.  

Na maioria das empresas a área de produção é mais populosa, então ainda estamos falando de um grupo minoritário sofrendo alterações no modelo de trabalho.

O que percebemos é que também os demais colaboradores, aqueles que não poderão entrar em home office, se estudam outras formas como férias estendidas, licença premium, maior participação nos lucros e flexibilização nos turnos de trabalho. Temos um grande desafio pela frente.

Relação entre Líderes e Colaboradores

Se já era exigido das lideranças conhecimento sobre pessoas e comportamento humano, com certeza daqui em diante essa habilidade será ponto central na relação líder e liderado. 

Com a mudança do espaço físico de trabalho, a relação entre os líderes e os colaboradores também sofreu modificações, fazendo com o que líder assumisse um papel diferente na rotina dos colaboradores.

Agora, mais do que nunca, os líderes tendem a desenvolver uma postura mais incentivadora e aberta com os colaboradores. Ele não será mais apenas uma figura que pede resultados, mas que incentiva os funcionários a entregar cada vez mais resultados melhores.

Esse é um exemplo de liderança já executada antes da pandemia, mas que, agora, ganhou mais adeptos. Frente a isso, a postura do colaborador também mudou nesse cenário. Agora, muitos já são mais protagonistas e administradores de seus próprios horários, tarefas e resultados.

Valorizando mais a vida 

As pessoas foram convidas a pensar mais em si, no valor que a vida tem, na importância dos relacionamentos saudáveis, e sabemos que um dos principais pensamentos são aqueles relacionados com a vida profissional e na forma de se relacionar com o trabalho. 

A crise financeira provocada pela pandemia se tornou um motivo para que as pessoas economizassem mais e revissem hábitos de consumo. A nova economia que parecia ser um lindo conceito no papel, passa a ganhar protagonismo! As pessoas querem viver bem, serem felizes, ter condições de realizar sonhos, trabalhar e produzir bem, alegres! E sem dúvida essa não poderá ser uma bandeira levantada pelas empresas, precisará ser a realidade expressada diariamente.

Repensando o futuro

Em um mundo de rápidas e constantes transformações, atualizar conhecimentos é uma questão de sobrevivência no mercado. Isso já era uma premissa, o que talvez não estávamos preparadosseria para o número de pessoas decidindo trocar de áreas a partir de novos conhecimentos.

Sendo assim, o que já é uma tendência hoje, será uma rotina no futuro, uma vez que o interesse por aprender coisas novas ou a capacitação para o mercado de trabalho no pós-pandemia cresceu muito.

Como se preparar para esse mundo de transformações? 

O mercado está passando por constantes mudanças digitais. E, com a pandemia, algumas mudanças previstas para daqui alguns anos já estão acontecendo.  

Além disso, até 2026 a tecnologia deverá extinguir algumas vagas de emprego, alterando totalmente o mercado. Mas não se preocupe! Ao mesmo tempo em que a tecnologia cresce, novas vagas e oportunidades surgem. 

Por isso, as empresas devem começar a questionar alguns postos de trabalho e estarem preparadas para agregar novos profissionais e novas tecnologias em seus espaços.  

E os colaboradores também devem se preparar para esse mercado cada vez mais tecnológico e competitivo onde o desenvolvimento humano e habilidades sociais farão toda diferença.

Quer saber mais, clique aqui e conheça mais sobre o que fazemos e nossos resultados!

Scroll to top