dificuldade-concentrar

Está sentindo dificuldade em se concentrar?

Muitos de nós não imaginávamos que a pandemia afetaria tão profundamente nossas vidas e nossas emoções, não é mesmo?

Nossos níveis de ansiedade estão mais elevados, potencializados pelo fato da soma de preocupações que estamos tendo com a economia, retomada das atividades e do medo e insegurança que sentimos em relação à nossa saúde e a de nossos familiares.

Uma das consequências destes sentimentos, é a dificuldade de concentração que podemos apresentar em nosso dia a dia.

Em nosso cérebro, são ativadas áreas responsáveis por disparar reações de fuga e luta, porém não podemos fugir, afinal estamos confinados – isso pode gerar um impasse no sistema nervoso. Esse estado de constante atenção pode fazer com que a gente tire o foco de tudo o que não está ligado ao risco que corremos.

Essa tem sido uma queixa recorrente nesse período

Em reportagem da BBC News, Matti Laine, professor de psicologia da Universidade Åbo Akademi, na Finlândia diz que o que está acontecendo é um mau funcionamento da chamada memória de trabalho: a capacidade de captarmos as informações recebidas, transformá-las em um pensamento coeso e mantê-las por tempo suficiente para fazermos o que precisamos.

A memória de trabalho é, então, a capacidade que o cérebro humano tem de raciocinar em tempo real, mas pesquisas mostraram que uma mudança rápida nas circunstâncias, preocupações e ansiedade podem ter um impacto significativo na sua capacidade de concentração. Ainda segundo Laine, “quanto maior a ansiedade, menor o desempenho da memória de trabalho”.

Uma situação estressante prolongada também pode fazer com que até as tarefas mais simples pareçam mais difíceis do que costumavam ser.

Quais fatores no distraem e como eles influenciam nosso dia a dia?

Quando não estamos com a capacidade total para nos mantermos focados e concentrados, tudo pode se tornar um gatilho para desviar nossa atenção, que fica cada vez mais fragmentada. Estamos falando dos distratores externos, como:

  • Mensagens no celular a todo momento: pode tirar o foco da atividade, pois temos a sensação de que precisamos ler e responder em tempo real;
  • E-mails: assim como as mensagens de celular, podem ser um fator de distração, quando sentimos a necessidade de ler e responder imediatamente;
  • Resolver várias atividades ou vários assuntos ao mesmo tempo: dificulta a nossa concentração, pois não conseguimos focar apenas em uma atividade por vez.

 Mantenha o foco

Diante disso, algumas dicas podem auxiliar para que você consiga voltar a se manter focado e concentrado:

  • Organização do tempo: o trabalho requer organização de espaço e tempo;
  • Organização do espaço: estabeleça um local de trabalho tranquilo, bem iluminado, arejado, sem barulhos ou ruídos;
  • Organização das atividades: crie listas, faça uma divisão das tarefas e estabeleça prazos possíveis;
  • Disciplina: faça um planejamento, estabeleça prazos, cumpra os horários;
  • Desconecte-se de outras atividades: desligue a televisão e outras fontes que possam tirar a sua atenção;
  • Tenha limites bem estabelecidos: mantenha os limites para as atividades de casa e as atividades profissionais bem definidos;
  • Atividade física: crie uma rotina de atividades, com a finalidade de manter corpo e mente em movimento;
  • Descansar: o repouso é fundamental! Ele torna o cérebro mais saudável. A retenção das informações e a formação de novas memórias dependem do sono;
  • Meditar pode ser uma boa ideia: conhecer a sua mente e perceber com clareza o que o cerca pode trazer calma e tranquilidade, auxiliando na concentração.

Conclusão

A dificuldade de concentração afeta, e muito, o seu cotidiano. Porém, aplicando o autoconhecimento e tomando cuidado com alguns fatores que nos desconcentram, é possível contornar a situação.

Em nosso portal você encontra canais que trazem dicas práticas que podem auxiliar a manter o foco e a concentração durante o período de pandemia em home office e também no futuro.

Acesse e conheça: http://digital.elevalife.com.br/

 

Luciana Jamas

View posts by Luciana Jamas
Psicóloga na ElevaLife, graduada em Psicologia (2008) é Pos-graduada em Psicologia Hospitalar e da saúde (2011). Formação em psicopatologia (2017). Atuação em Saúde Mental do colaborador desde 2018 e Psicoterapeuta desde 2015.
Scroll to top